» » » Pelé e Garrincha no maior jogo do mundo

Pelé e Garrincha no maior jogo do mundo

postado em: Memórias | 0

Houve um tempo que um dos maiores clássicos do mundo envolvia dois clubes brasileiros, oito titulares e três reservas da Seleção Brasileira e, dois gênios do futebol: Pelé e Garrincha.

Um dos maiores estádios do Brasil, pode acolher esse encontro alvinegro e inundar o coração dos apreciadores do bom futebol: com mais de 70 mil pessoas no Maracanã, no dia 02 de abril de 1963, Santos e Botafogo disputaram o jogo decisivo da Taça Brasil – Campeonato Brasileiro, e o Santos, com toda a inspiração que um time pode desejar, protagonizou uma goleada histórica.

No lado santista, tínhamos Pelé, Gylmar, Mauro, Zito, Mengálvio, Coutinho e Pepe, todos bi-campeões mundiais de 1962, e no Botafogo, tínhamos Garrincha, Nilton Santos, Zagallo e Amarildo.

Dois dias antes da partida final, o Santos havia perdido e, por isso, Lula pediu ao Dorval que acompanhasse o Zagallo e, essa mudança fez toda diferença para o jogo.

Dorval marcou e atacou com eficiência, abriu o placar após um drible em Nilton Santos aos 24 minutos do primeiro tempo. A mudança proposta por Lula resultou em gols de todos os atacantes santistas – Dorval, Pepe, Coutinho, Pelé (2) – e num placar Botafogo 0 X 5 Santos.

A partida foi definida pelo jornalista Ney Bianchi, de Fatos & Fotos, como “O maior jogo do mundo”.